Atleta da ADEFAL participa do Circuito Caixa Loterias de Natação em São Paulo

Notícias | AUTOR: jade | DATA: 08/06/2018 às 09h33

O nadador e campeão mundial, Luiz André Bento, 22 anos, classe S14  integrante da equipe da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas  – ADEFAL participa da primeira etapa nacional do Circuito Loterias Caixa de Natação  que acontece no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo (SP) neste fim de semana, 9 e 10. A competição contará com 224 atletas, de 18 unidades da federação, e servirá como a última chance para os atletas obterem marcas de classificação para o Parapan-Pacífico, competição mais importante da temporada, que ocorrerá entre os dias 9 a 13 de agosto, na Austrália.

Na bagagem além do título campeão mundial conquistado em 2017 no México, o atleta leva horas de treinos, muita dedicação e a esperança de conquistar o índice para representar Alagoas e a ADEFAL no Parapan-Pacífico.

André Luiz passou a fazer parte da equipe de atletas da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – ADEFAL em 2012, desde então vem sendo uma das revelações da natação da Instituição, que tem como técnico e coordenador de esporte o professor Diego Calado. Ao falar da competição André Luiz revela a importância da dedicação e do trabalho de preparação quem vem tendo nos últimos anos. “O atleta é feito de 50% treinos de 50% força de determinação. Estou muito confiante”, falou André.

Ao ser questionado sobre a competição Diego Calado é taxativa em dizer que acredita no potencial do atleta André Luiz e na preparação que o mesmo vem tendo nos últimos meses. “André é um atleta muito disciplinado tem muita determinação e uma enorme poder de superação”, revelou o técnico.

Diego Calado revela ainda o grande desafio que diariamente as Instituições têm que enfrentar para manter o esporte paraolímpico no Estado. “Atualmente os nossos maiores apoiadores e patrocinadores são a ADEFAL e o Governo do Estado através da Secretaria de Esporte. “Todos os dias somos colocados à prova, vivemos superando as dificuldades de manter uma equipe de mais de 50 atletas sem recursos específicos para a prática esportiva. Hoje,  apenas dois dos nossos atletas estão contemplados com o Bolsa Atleta Alagoas e três com o Bolsa Atleta Federal”, revelou Diego Calado.